Escolha uma Página

Meu INSS: como fazer o cadastro para agendamentos, acessar extrato e muito mais

Quem está perto de se aposentar sabe muito bem que é necessário exercitar a paciência na hora de ter acesso ao extrato INSS, dar entrada em benefícios, agendar perícias, consultar resultados etc. A plataforma Meu INSS promete facilitar a vida de quem precisa desses serviços.

A ferramenta foi criada pela Previdência Social para disponibilizar informações e serviços aos segurados de forma online. Assim, você não precisa sair de casa e enfrentar filas cansativas nas agências do INSS. 

O melhor de tudo: o serviço é gratuito! Para aproveitar o recurso, basta usar um computador ou smartphone com acesso à internet e se cadastrar no sistema.

Quer entender melhor como funciona o Meu INSS e o que você pode fazer na plataforma? Continue a leitura e saiba tudo sobre o assunto. Neste post, você vai ver:

  1. O que é o Meu INSS?
  2. Como acessar a plataforma?
  3. Quais são os serviços disponíveis no Meu INSS?
  4. Quais são as vantagens de contar com apoio especializado nos processos?

O que é o Meu INSS?

É uma central de serviços online criada pela Previdência Social com o objetivo de facilitar a vida dos beneficiários do INSS. A modernização do INSS foi a solução encontrada pelo instituto para reduzir as filas das agências e tornar a informação mais acessível ao usuário através do cadastro na plataforma. 

Com a ferramenta, o beneficiário consegue acessar todo o seu histórico de trabalho — contribuições previdenciárias, períodos trabalhados, empregadores, benefícios recebidos etc. Além disso, é possível dar entrada em benefícios, agendar perícias e consultar extrato e o status das solicitações.

Como fazer o cadastro no Meu INSS?

Bastar entrar no Meu INSS pelo computador, pelo celular ou baixar no seu celular o aplicativo para Android ou iOS.

O primeiro acesso costuma ser um pouco mais burocrático. Isso porque é necessário:

  • criar uma conta: nesse momento, você precisa fornecer CPF, nome completo, número do celular e e-mail. Os dois últimos itens não são obrigatórios, mas vão ajudar na confirmação do cadastro e na recuperação da senha;
  • preencher cadastro e responder algumas perguntas: o próximo passo é completar os campos de data de nascimento, estado de origem e nome da mãe. Para comprovar a identidade do usuário, o sistema também vai solicitar dados históricos sobre a sua vida laboral como data de pagamento de benefício do INSS já usufruído, contribuições, nome dos empregadores, valores recebidos, entre outros. Por essa razão, é importante ter todos os documentos em mãos antes de iniciar o processo;
  • criar senha: se você forneceu telefone e e-mail vai receber um link de confirmação a fim de validar o cadastro. Nesse momento, é necessário criar uma senha provisória; 
  • trocar senha provisória pela definitiva: assim que você fizer o primeiro login no sistema, você será redirecionado a uma página para trocar a senha provisória pela definitiva. Para concluir o processo, basta seguir as instruções do programa.

Prontinho! Você já pode usar o Meu INSS. Caso erre mais de uma pergunta durante o cadastro, o sistema pode bloquear o acesso por 24 horas. Nessa situação, você precisará aguardar o prazo para tentar novamente.

Ainda existem as alternativas de ligar para o 135, utilizar o internet banking de bancos credenciados ou, em último caso, ir a uma agência do INSS para concluir a inscrição e cadastrar a senha de acesso.

Quais são os serviços disponíveis no Meu INSS?

Dá para acessar informações básicas sobre diversos benefícios do INSS e até fazer alguns requerimentos. Adiante, você vai ver os detalhes de tudo que você encontra no portal.

Aposentadorias Urbanas

Aqui você pode verificar se já tem direito a dois tipos de aposentadorias do INSS: por tempo de contribuição ou por idade. O próprio sistema faz buscas automáticas e informa se o benefício já pode ser concedido. Em casos afirmativos, é possível dar andamento ao processo na própria plataforma. 

Salário Maternidade Urbano

Esse é o benefício concedido para segurados que precisam se afastar de suas atividades por causa do parto de um filho, aborto não criminoso ou adoção. 

Nessa opção, o sistema também faz buscas automáticas com o intuito de verificar se o benefício é devido ou não, e o usuário pode dar entrada no benefício pelo sistema mesmo.

Extrato INSS (CNIS)

O extrato previdenciário é o serviço mais acessado no Meu INSS. O documento mostra um histórico da vida laboral do segurado: vínculos trabalhistas, período trabalhado, remunerações, valores das contribuições e muito mais.

Esse extrato detalhado permite que você se certifique de que o empregador realmente está repassando ao INSS as contribuições recolhidas. Além disso, esse acompanhamento ajuda no planejamento previdenciário.

Com esses dados em mãos, fica mais fácil se organizar para o futuro, estimar o prazo que ainda falta para contribuir e até provisionar o valor do benefício que será recebido.

Calculadoras 

Essa funcionalidade serve para calcular o tempo que falta para o usuário conseguir se aposentar. Existem duas opções nesse campo: calculadora de aposentadoria por idade ou por tempo de contribuição

Ao fazer login no sistema, ele já realiza buscas automáticas e faz o cálculo. No entanto, você pode fazer inserções manuais para simular a aposentadoria. Portanto, esse recurso também ajuda — e muito! — no planejamento previdenciário. 

Agendamentos/requerimentos

Boa parte dos serviços do INSS necessitam de agendamento prévio para o atendimento presencial ou à distância: aposentadorias, auxílios, revisões, emissão de certidões etc. Dá para fazer tudo isso online. Além do mais, você consegue acompanhar o andamento dos requerimentos. 

Extrato de pagamento de benefício

Essa função consiste na emissão de um relatório histórico sobre o que segurado já recebeu da Previdência. O extrato mostra valores, data de pagamento de benefício do INSS e o banco pagador. O documento é utilizado a fim de comprovação de renda para concessão de crédito, abertura de contas bancárias, solicitação de gratuidades para idosos e deficientes, entre outros. 

Carta de concessão de benefício

Aqui o segurado pode ter informações precisas sobre a concessão de um benefício: forma de cálculo da renda mensal, descrição do pagamento, banco responsável etc. 

Agendamento de perícia

A perícia médica do INSS serve para atestar incapacidade para concessão de benefícios como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. O agendamento é feito pelo Meu INSS tanto para o pedido inicial do benefício, quanto para a prorrogação. 

Resultado de requerimento/benefício por incapacidade

Se você quer saber se foi aprovado ou reprovado na perícia médica do INSS é possível visualizar o status por meio dessa funcionalidade. A plataforma emite um documento que atesta ou não a incapacidade para o trabalho. 

Extrato de empréstimo consignado

Quando um segurado faz um empréstimo consignado, os descontos são feitos diretamente no benefício. O Meu INSS emite um extrato com os valores descontados, quantidade de parcelas e a margem de contribuição atual.

Extrato para Imposto de Renda

Nem todo aposentado e pensionista tem direito à isenção do imposto de renda. De modo geral, os benefícios do INSS são rendimentos tributáveis. Em razão disso, pessoas que recebem aposentadoria ou pensão também devem pagar os impostos devidos. 

Para fazer a declaração, o beneficiário precisa do demonstrativo anual, e o documento pode ser emitido pela internet sem complicações.

Declaração de benefício: consta/nada consta

Se você precisa provar que não existe nenhum benefício do INSS vinculado ao seu CPF, é esse campo que você precisa. Em casos de recursos judiciais com o objetivo de exigir algum direito, por exemplo, essa declaração é um documento comprobatório de que não existe acúmulo de benefícios assistenciais. 

Consulta de revisão de benefício

A revisão de benefício do INSS pode ser solicitada quando a previdência erra na fórmula de cálculo, o que, geralmente, provoca perdas salariais para o segurado. Os casos mais comuns que dão direito a revisão são:  

  • período de contribuição e trabalho não computado; 
  • cálculo com base em todas as contribuições;
  • vínculo reconhecido por processo trabalhista, mas não computado. 

A reavaliação pode ser solicitada lá no campo de agendamentos/ requerimentos e o beneficiário não precisa se deslocar até uma agência. Na hora de acompanhar o andamento da revisão, tem que usar essa funcionalidade aqui.

Agência mais próxima

Ao inserir o CEP da sua residência, o sistema vai localizar a unidade mais próxima da sua casa. O resultado mostra o endereço completo da agência e o horário de atendimento.

Declaração para o Contribuinte Individual (DRSCI)

Esse documento mostra a situação cadastral e todos os recolhimentos do contribuinte autônomo. Assim, o segurado pode verificar se está tudo regular.  

Alteração cadastral 

Mudou de telefone, endereço, e-mail ou se divorciou e retirou o sobrenome do cônjuge? Então você deve atualizar os dados no sistema da previdência. O campo de alteração cadastral da plataforma Meu INSS serve, justamente, para isso.

Cálculo de Guia de Recolhimento

A Guia da Previdência Social (GPS) é um carnê de pagamento para quitar as contribuições junto ao INSS. Quem utiliza esse recurso são os profissionais autônomos e contribuintes facultativos. 

Inscrição como segurado do INSS

Essa opção é para quem ainda não é filiado ao INSS. Por meio da plataforma, é possível se inscrever e obter o Número de Identificação do Trabalhador (NIT), que também será o PIS/PASEP.  Para começar a contribuir, o trabalhador precisa desse cadastro. 

Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) 

Esse campo é destinado para as empresas comunicarem ao INSS qualquer acidente de trabalho — ou de trajeto —, mesmo que não haja afastamento das atividades. Essa comunicação é conhecida como CAT e é obrigatória. A empresa que não fizer esse anúncio pode ser multada. 

Quais são as vantagens de contar com apoio especializado nesse processo?

Todos os benefícios do INSS podem ser solicitados e monitorados pelo próprio titular, sem a necessidade do acompanhamento de um advogado. Com a plataforma Meu INSS, o processo ficou ainda mais fácil.

No entanto, nem todo mundo tem afinidade com tecnologia para lidar com isso de forma online. Além disso, é comum surgir uma infinidade de dúvidas sobre a hora certa para aposentar, trâmites burocráticos, documentos necessários para conseguir a assistência etc.

Contar com apoio de um advogado de sua confiança para solicitar e acompanhar todo o processo é uma forma de aumentar as chances de ter o benefício concedido e evitar dores de cabeça. Afinal de contas, o especialista vai orientar e dar todo o suporte necessário do início ao fim. 

As principais vantagens são:

  • auxílio no planejamento da aposentadoria;
  • identificação da modalidade de benefício mais vantajosa para o segurado;
  • ajuda com a documentação exigida;
  • agilidade no processo;
  • evita que erros do INSS passem despercebidos.

 

Resumindo, o Meu INSS veio para modernizar a Previdência Social e agilizar serviços. Por meio da plataforma, os beneficiários podem obter atendimento a distância, fazer agendamentos, acompanhar requerimentos e até solicitar benefícios sem a necessidade de se deslocar até uma agência física. Se você prefere entrar em contato com o INSS por telefone através do número 135, acesse nosso artigo para saber mais: Telefone do INSS.

Apesar de não ser obrigatório a contratação de um advogado para solicitar e acompanhar os processos, contar com ajuda profissional pode facilitar ainda mais a sua vida.

Entendeu como funciona o Meu INSS? Precisa utilizar o sistema para solicitar benefícios ou  pedir revisões, mas está com dúvidas? Entre em contato conosco agora mesmo e fale com um de nossos especialistas. 

Dr. Gustavo Escobar

advogado (OAB-GO 25.790) formado pela PUC-GO e sócio-proprietário do escritório Escobar Advogados

Dr. Hayann Victor

advogado (OAB-GO 32.746) – Formado pela PUC-GO (Pontifícia Universidade Católica de Goiás) e especialista na realização de cálculos previdenciários.
Para conhecer toda a nossa equipe, clique aqui.